Retinopatia Diabética: Causas, sintomas e prevenção

Retinopatia Diabética: Causas, sintomas e prevenção

A retinopatia diabética é uma complicação do diabetes que afeta os olhos.

É causada por danos aos vasos sanguíneos do tecido sensível à luz na retina.

Silenciosa, ela pode iniciar sem nenhum sintoma ou leve problemas de visão.

Mas não se engane, a retinopatia diabética pode levar à cegueira.

Exame oftalmológico para diagnostico da retinopatia diabética.
Foto de cottonbro no Pexels.

A condição pode se desenvolver em qualquer pessoa que tenha diabetes tipo 1 ou tipo 2.

Quanto mais tempo você tem diabetes e menos controle de açúcar no sangue, maior a probabilidade de desenvolver esta complicação ocular.

Como o Diabetes pode afetar os olhos?

A retina é a camada de células sensíveis à luz na parte posterior do olho que converte a luz em sinais elétricos.

Os sinais são enviados para o cérebro, transformando-os nas imagens que você vê.

A retina precisa de um suprimento constante de sangue, que recebe por meio de uma rede de minúsculos vasos sanguíneos.

Com o tempo, um nível persistentemente alto de açúcar no sangue pode danificar esses vasos sanguíneos em 3 estágios principais de retinopatia:

  • De fundo – pequenas protuberâncias se desenvolvem nos vasos sanguíneos, que podem sangrar levemente, mas geralmente não afetam sua visão.
  • Pré-proliferativa – alterações mais graves e generalizadas afetam os vasos sanguíneos, incluindo sangramento mais significativo para o olho.
  • Proliferativa – tecido cicatricial e novos vasos sanguíneos, que são fracos e sangram facilmente, se desenvolvem na retina, o que pode resultar em perda de visão.

No entanto, se algum problema com os seus olhos for detectado precocemente, as mudanças no estilo de vida e o tratamento podem impedir o seu agravamento.

Estou em risco de retinopatia diabética?

Qualquer pessoa com  diabetes tipo 1 ou 2 pode desenvolver retinopatia diabética.

Você corre um risco maior se estiver:

  • Com nível persistentemente alto de açúcar no sangue;
  • Com pressão e colesterol altos;
  • Grávida;

Ao manter o açúcar no sangue, a pressão arterial e os níveis de colesterol sob controle, você pode reduzir suas chances de desenvolver retinopatia diabética.

Sintomas de retinopatia diabética

É comum não notar a retinopatia diabética no início, pois ela não tende a ter sintomas até que esteja no estágio avançado.

Entretanto, os primeiros sinais da doença podem ser detectados tirando fotos dos olhos em um exame oftalmológico.

Alguns sinais da retinopatia diabética são:

  • Perda repentina de visão;
  • Visão turva ou irregular;
  • Piora gradual da visão;
  • Áreas escuras ou vazias em sua visão
  • Dor nos olhos e vermelhidão;
  • Ver “formas flutuando”;

Esses sintomas não significam necessariamente que você tem retinopatia diabética, mas é importante fazer um exame de vista imediatamente.

Reduza o risco de retinopatia diabética

O controle cuidadoso do diabetes é a melhor maneira de prevenir a perda de visão.

Exames oftalmológicos regulares, bom controle do açúcar no sangue e da pressão arterial e intervenção precoce para problemas de visão podem ajudar a prevenir a perda severa da visão.

  • Gerencie seu diabetes: faça da alimentação saudável e da atividade física parte de sua rotina diária, nesse artigo você vai saber melhor sobre a relação dos exercícios e o diabetes;
  • Monitore seu nível de açúcar no sangue: verifique e registre seu nível de açúcar no sangue várias vezes ao dia, aumente a frequência se estiver doente ou sob estresse.
  • Faça um teste de hemoglobina glicosilada: o teste de hemoglobina glicosilada, ou teste de hemoglobina A1C, reflete seu nível médio de açúcar no sangue para o período de dois a três meses antes do teste.
  • Mantenha a pressão arterial e o colesterol sob controle: coma alimentos saudáveis, pratique exercícios regularmente, perca o excesso de peso e diminua o nível de estresse.
  • Pare com o tabagismo: Fumar aumenta o risco de várias complicações do diabetes, incluindo retinopatia diabética.
  • Preste atenção às mudanças na visão: Contate seu oftalmologista imediatamente se sua visão mudar repentinamente ou você sentir algum dos sintomas listados acima.

Lembre-se de que o diabetes não leva necessariamente à perda de visão.

Tratamentos para retinopatia diabética

O tratamento para retinopatia diabética só é necessário se o rastreamento detectar problemas significativos para sua visão.

Se a condição não atingiu esse estágio, o conselho acima sobre como gerenciar seu diabetes é recomendado.

Os principais tratamentos são:

  • Utilização de laser;
  • Injeções de medicamento nos olhos;
  • Operação de remoção de sangue ou tecido cicatricial.

Quer facilitar o controle do diabetes e prevenir a retinopatia diabética?

No aplicativo do iGlicho você encontra diário de glicemia, tabela de alimentos e muitas outras funções para manter o controle ideal do seu diabetes, faça download agora mesmo para Android ou IOS.

Compartilhe:
0
20
Pin Share20

Posts Relacionados

Fazer comentário

Recent Posts