Zumbido e Diabetes: Qual a Relação Entre Eles?

Zumbido e Diabetes: Qual a Relação Entre Eles?

zumbido no ouvido e diabetes iglicho

Zumbido e diabetes…

Quer saber qual a relação entre eles? Então leia com atenção esse artigo preparado especialmente para você.

Até 2040 estima-se que 23,2 milhões de pessoas possuam Diabetes aqui no Brasil…

Porém, pouca gente dá o real valor aos problemas auditivos dos pacientes com diabetes…

E as pessoas com diabetes possuem o dobro de probabilidade de terem esse tipo de problema quando comparados às pessoas sem diabetes.

Cerca de 45% dos diabéticos têm perda auditiva…

E acontece que a principal causa de zumbido é a perda auditiva, sendo esta a ligação mais comum entre zumbido e diabetes.

“Isso porque os altos níveis de açúcar no sangue podem interferir na bomba de sódio e potássio ATPase presente na membrana das células da orelha interna, modificando o potencial endolinfático, ou seja, a concentração adequada de íons sódio e potássio (disfunção eletrolítica ou de eletrólitos que banham o tecido auditivo), necessária para o adequado funcionamento das células da audição e do equilíbrio. Essa seria uma explicação para efeitos a curto prazo”.

Conforme diz a especialista Jeanne Oiticica, otorrinolaringologista, otoneurologista e Chefe do Grupo de Pesquisa em Zumbido do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.  

Zumbido e Diabetes: A relação inflamatória

O diabetes é uma doença inflamatória que provoca estresse oxidativo acarretando piora da troca sanguínea entres os vasos e órgãos de maneira geral.

Com a cóclea, localizada no ouvido interno e responsável pela função auditiva não poderia ser diferente.

cóclea zumbido e diabetes iglicho

O órgão responsável pela audição sofre danos endoteliais provocados pelo diabetes que compromete seu funcionamento e que traz por consequência morto celular e perda auditiva…

Mas então e os efeitos de longo prazo?

A longo prazo, a lesão auditiva pode decorrer de fluxo sanguíneo coclear insuficiente, hipóxia, lesão isquêmica, estresse oxidativo, disfunção mitocondrial, lesão celular, degeneração de neurônios do sistema auditivo central ou periférico (neuropatia diabética).  

E qual o tratamento para a relação zumbido e diabetes?

Nesses casos, o tratamento da tontura/zumbido está relacionado com o controle do diabetes e dos níveis de açúcar no sangue. 

“Fazer o diagnóstico precoce também é importante, já que, muitas vezes, o paciente desconhece que tem diabetes e só descobre após ida ao otorrinolaringologista por queixa de tontura e zumbido”, conta Dra. Jeanne. 

Assim, é importante que você mantenha o seu diabetes controlado para evitar complicações, e quanto a isso pode contar com a ajuda do iGlicho:

FONTES:

[1] – https://www.diabetes.org.br/publico/notas-e-informacoes/2027-o-que-todos-precisam-saber-sobre-diabetes-2020

[2] – https://www.nooba.com.br/zumbido-x-diabetes-causa-metabolica/

[3] – https://gengibrecomunicacao.com.br/index.php/2018/12/05/voce-sabia-que-zumbido-pode-ter-relacao-com-o-diabetes/

Compartilhe:
0
20
Pin Share20

Posts Relacionados

Fazer comentário

Recent Posts